E-book gratuito Revolução verde

BAIXAR E-BOOK

Blog

Como projetar a produção da sua lavoura de soja antes da colheita?

PUBLICADO EM: 11/mar/2018

como projetar a produção da sua lavoura de soja antes da colheita

A cultura da soja tem um grande destaque no agronegócio brasileiro, sendo o Brasil considerado um dos maiores produtores do mundo. A produtividade na cultura é resultado da interação entre as condições ambientais durante o período de cultivo e o potencial genético de cultivar. Nesse artigo vamos falar sobre como projetar a produção da sua lavoura de soja antes da colheita.

Geralmente, antes da colheita muitos agricultores gostam de ter uma estimativa das produções da cultura. Essas estimativas podem ser úteis em ensaios de híbrido/cultivares, onde se é testada a variabilidade genética da produção, ou quando se avaliam diferentes métodos de manejo. Diversas alternativas têm sido propostas para realizar tais estimativas, onde algumas são mais precisas do que outras, mas conseguem formar um parâmetro acerca da produtividade e ajudam a responder a principal pergunta do agricultor: “Quanto minha lavoura irá produzir?”.

A cultura de soja conta com quatro componentes de rendimento que são os responsáveis pela produtividade, sendo eles: número de plantas por área, número de vagens por planta, número de grãos por vagem e o peso do grão, que geralmente é expresso em peso de mil grãos. Estes componentes possuem uma relação entre si, sendo impossível manejar apenas um deles sem afetar os outros. Assim, o segredo para ter uma produtividade alta é manejar a cultura para obter em conjunto o máximo de cada um dos componentes, evitando prejudicar os demais.

O manejo para uma alta produtividade deve ser iniciado sempre pela escolha de cultivares testadas, recomendadas para a região e com sementes de boa qualidade. Sobre o manejo, é preciso seguir a recomendação técnica de adubação apropriada à expectativa de rendimento; realizar o plantio na época recomendada e com qualidade; e fazer o manejo adequado de plantas daninhas, doenças e pragas.

Quanto mais próximo à colheita, maior a expectativa em relação à produtividade por área. A estimativa feita após o início do enchimento dos grãos é a mais recomendada, pois é o momento em que as vagens estão formadas e o número de grãos por vagem é definido. As estimativas feitas antes desta fase podem ser imprecisas, já que podem ocorrer modificações nos componentes de rendimento até a colheita.

Para estimar a produtividade da sua lavoura antes da colheita, siga o passo a passo abaixo:

  • Conte o número de plantas por área: faça isso por 10 metros em linha ou verifique o número de plantas em 4 linhas de 2,5 metros. Para obter a estimativa de plantas por metro, divida por 10 o número total destas plantas;
  • Conte o número de vagens por planta: faça isso em 10 plantas consecutivas na linha de plantio. O número total destas vagens deve ser dividido por 10;
  • Obtenha o número de sementes por vagem: em geral, uma boa estimativa de grãos por vagem é de 2,5 sementes. Este valor pode ser utilizado de forma direta, ou é possível estimá-lo. A estimativa é feita com base na contagem do número de grãos por vagem. O resultado deste valor deve ser dividido pelo número de vagens contadas;
  • Defina o peso de mil grãos: variações no peso dos grãos podem ser influenciadas pelas condições de manejo da lavoura. Estes valores variam, geralmente, entre 140 a 220g/1000 grãos, porém, para ficar em um meio termo, utilize o valor de 170g/1000 grãos.

Após levantar os valores, com a fórmula “Plantas por ha (mil/ha) x Vagens por Planta x Semente por Vagem x Peso de Mil Sementes (g/1000) / 600000 = sc/ha” é possível obter a estimativa da produtividade final em sacos por hectare (ha).

Seguindo esta metodologia, obtém-se a estimativa da produtividade da lavoura, contudo, a precisão será mais rigorosa se mais pontos dentro da área forem amostrados, e no final for realizada a média das estimativas. Ao fazer a estimativa citada no início do enchimento dos grãos, será considerado que todos os componentes estarão com desenvolvimento normal até a colheita. Contudo, a falta de umidade do solo, doenças, temperatura e estresse por pragas podem reduzir o valor de alguns componentes de rendimento, o que resultará em produtividades menores do que as estimadas.

O método aqui apresentado para estimar a produtividade da lavoura de soja é muito útil e foi desenvolvido pelo Éder David Borges da Silva, Especialista de dados agronômicos da DuPont Pioneer.

Quer conferir mais assuntos como este para alcançar o sucesso da sua lavoura? Continue acompanhando o blog ou entre em contato com a MPrado Agronegócios para ter consultorias eficientes e pensadas para beneficiar a sua propriedade rural.

Visite nosso site e conheça um pouco mais dos serviços oferecidos.

Solicite uma ligação

Preencha os campos que nós entraremos em contato rapidamente. Ficaremos felizes em falar mais sobre como podemos aprimorar a gestão da sua empresa.